Polícia Ambiental apreende 220 kg de camarão e multa estabelecimento em mais de 10 mil em Guarujá, SP

Operação também incluiu patrulhamento e fiscalização por todo Porto de Santos, e Bertioga, São Vicente, Cubatão e Praia Grande.

Fiscalização foi feita em cidades da Baixada Santista Reprodução/ Polícia Militar Ambiental Marítima A Polícia Militar Ambiental Marítima apreendeu mais de 200 kg de camarão e multou em mais de 10 mil reais por pesca ilegal um estabelecimento de Guarujá, no litoral de São Paulo, durante operação feita nesta sexta-feira (22).

A apreensão foi feita no bairro Vila Lígia e resultou em R$ 10.200 em multas e apreensão de 220 quilos de camarão sete-barbas.

A espécie foi doada ao Lar Residencial Esperança e Vida, instituição beneficente da região.

A operação também incluiu patrulhamento e fiscalização por todo Porto de Santos, costeira e rios dos municípios de Guarujá, Bertioga, Santos, São Vicente, Cubatão e Praia Grande.

De acordo com a polícia, a ação faz parte de uma operação contra a pesca ilegal e predatória, especialmente a fiscalização da pesca do camarão, no período entre 1º de março e o dia 31 deste mês. Segundo informação da polícia, a operação teve início ainda na madrugada do dia 22, e continuou até o período da noite.

Ao todo, 53 policiais ambientais participaram, seis embarcações e oito viaturas foram utilizadas.

O Policiamento Ostensivo Náutico, resultou na abordagem de 26 pescadores e 12 embarcações pesqueiras.

Por terra, foram fiscalizados nove comércios de pescados e frigoríficos, além de realizar bloqueio policial, resultando em 12 veículos vistoriados e 25 pessoas abordadas, que também receberam orientações sobre a prevenção a Covid-19. Ainda de acordo com a polícia, durante toda a operação, equipes utilizaram regras de segurança quanto ao coronavírus, adotando procedimentos de proteção e orientando a população. Operação contou com a participação de 53 Policiais Ambientais Reprodução/ Polícia Militar Ambiental Marítima
Categoria:SP - Santos e Região